Marés Vivas 2018

Notícias

DIA 21 DE JULHO - BLACK MAMBA

DIA 21 DE JULHO - BLACK MAMBA

E sem nunca esquecer o que de melhor se faz em casa, o MEO MARÉS VIVAS leva ao palco MEO no dia 21 de Julho os The Black Mamba.
Maio de 2010 fica marcado na história pela junção de Pedro Tatanka, Ciro Cruz e Miguel Casais enquanto grupo. "The Black Mamba", nome que baptiza o trio e o disco da estreia, foi a inspiração encontrada para em conjunto provarem do seu próprio veneno. A química e a experiência destes grandes músicos, permitiu-lhes percorrer o universo do blues, soul e funk, numa adaptação ao seu habitat natural.
O público português foi consensual e imediato no reconhecimento e apoio a este trabalho: 1ºlugar de vendas do iTunes, a primeira edição do disco esgotado nas lojas, o airplay nas rádios, a presença de norte a sul em várias salas e festivais de destaque, são indicadores que em Portugal, representam por si só uma vitória. Em pouco mais de um ano, naquela que marca a tour de estreia, carimbam passagem por Londres, Filadélfia, Luanda, Madrid, Sevilha, encerrando 2013 no Brasil com chave de ouro. Que o diga o público do Rock In Rio 13 (Rio de Janeiro) e do Bourbon Street Music Club (São Paulo) que em sintonia com os media, receberam o projecto de braços abertos. 2014 arranca com a produção do segundo disco de originais, "Dirty Little Brother" editado a 22 de Setembro. Produzido entre Lisboa e Nova Iorque, este trabalho reúne 11 temas em que colaboram nomes como: Aurea, António Zambujo, Silk (Cais Sodré Funk Connection) e Orlanda Guilande. “Wonder Why”, single de apresentação com a participação de Aurea, rodou nas principais rádios nacionais e contou com uma óptima receptividade por parte do público e da crítica.
Ao longo de 2015, a banda percorreu o país com a tour de apresentação de Dirty Little Brother, atuando em salas como o Centro Cultural Olga Cadaval ou o Casino da Póvoa, e marcando presença em grande eventos e festivais nacionais, como o MEO Marés Vivas, o Festival do Crato ou o NOS em D’Bandada.
É também o ano que leva a banda de volta a Espanha, e ao Brasil onde, marca presença na Virada Cultural em S. Paulo e no prestigiado Bourbon Street, passa ainda com concertos pelo Café dos Prazeres e Bar Brahma. A aclamação é geral por parte do público e imprensa. É também o ano em que Ciro Cruz, baixista e co-fundador da banda sai do projecto, passando assim The Black Mamba a ter na sua base Pedro Tatanka e Miguel Casais.
2016 é um ano de trabalho em que a banda dá continuidade a uma série de concertos em formato acústico numa tour iniciada em 2015, o que leva a banda passar por mais de 40 palcos juntamente com os concertos eléctricos de verão. Participando em muitos dos maiores festivais e eventos nacionais, esgotando mais uma vez salas e recintos. The Black Mamba afirma-se definitivamente como uma das mais enérgicas e entusiasmantes bandas portuguesas a actuar ao vivo.
Junta ainda ao seu portfólio mais um êxito gravado nos estúdios da Rádio Comercial inserido no projecto “Passa a Outro e não ao mesmo”. Atrai também a atenção do produtor e músico Skyler Jett ex- “Commodores” e “Sly and the Family Stone”, detentor de um Grammy Award, com quem gravam um tema, tendo ainda o Skyler em várias participações com a banda ao vivo.
Em Janeiro de 2017, The Black Mamba estrearam-se no Coliseu do Porto, com casa cheia. Neste concerto contaram com convidados especiais: António Zambujo, Diana Martinez, Diogo Brito e Faro, Miguel Araújo e Rui Veloso, que ajudaram a tornar a noite ainda mais memorável.
Em Fevereiro de 2018 irão repetir a dose, desta vez no Coliseu dos Recreios, mais uma vez com convidados especiais: Miguel Araújo, Aurea, Marisa Liz e Tiago Pais Dias (Amor Electro), Silk e Skyler Jett.
2017 marca também a estreia da banda no Reino Unido, com um concerto no Under The Bridge, em Junho. Skyler Jett foi um dos convidados especiais deste espectáculo.
Foi também o ano do regresso da banda ao festival NOS Alive, no mesmo dia em que subiram ao palco, entre outros, os Depeche Mode.
The Black Mamba encontram-se a trabalhar no sucessor de “Dirty Little Brother”, sendo “Stronger” a primeira amostra daquele que será o terceiro álbum de originais da banda.
Info artista:
https://pt-pt.facebook.com/TheBlackMambaMusic
https://www.instagram.com/theblackmambamusic/